COMISSÃO PROCESSANTE É FORMADA NA ULTIMA SESSÃO

por Janaini — publicado 03/05/2018 10h55, última modificação 03/05/2018 11h43

Na noite desta quarta-feira 02 de maio de 2017 na 11ª Sessão Ordinária definiu-se uma Comissão Processante, que irá apurar possíveis irregularidades na execução e prestação de contas dos recursos do FITHA 2017 pela prefeitura do município.

O presidente Cícero Sampaio Leite anunciou através de um sorteio os membros integrantes da Comissão Processante sendo: Antônia Ferreira (presidente), Paulo Ferrari (relator) e José Pereira Duarte (membro). A denúncia teve origem através de uma averiguação  no relatório do FITHA apresentado ao Legislativo pela Prefeitura. As dúvidas dos vereadores vem através da falta de clareza nos números apresentados, o que levou os integrantes do Poder Legislativo a acatarem a denúncia por unanimidade.

Conforme o Decreto-Lei 201, de 27 de fevereiro de 1967, o presidente da Comissão Processante iniciará os trabalhos e dentro de cinco dias terá que notificar o denunciado ( neste caso, o prefeito Marcicrenio da Silva Ferreira) o qual terá prazo de 10 dias para apresentar-se provas.

 Segundo os vereadores "a gestão pública está parada e o povo vem sofrendo as consequências daquilo que chamam de má administração pública." 

 O presidente convocou o suplente Valdilei Pintola Sérgio Fernandes para votar devido à impossibilidade da vereadora Marceli da Silva Ferreira, irmã do Prefeito. Ela reassumiu sua cadeira logo após a votação.

A função dos vereadores é investigar, isto estão fazendo com bastante presteza. Vale destacar que, tudo pode ser explicado na defesa por escrito a que o prefeito tem direito, e que se esclareça a realidade do que havia em caixa e em que foi aplicado.